Au pair en France

Au pair en France

terça-feira, 24 de março de 2009

Imaginario...

Desde que cheguei aqui na casa, e mesmo antes, eu conto estoria pras crianças todos os dias antes delas dormirem. Sao elas quem escolhem os livros da biblioteca que fica no quarto. E como a escolinha aqui estimula muito a leitura, uma vez por semana cada criança traz um livrinho pra casa. Ontem foi dia de ler os livros da escola.

Ri muito com elas e fiquei admirada com a imaginaçao do autor: uma delas falava sobre uma senhora de idade bem magrinha que ia na festa de casamento da filha. No caminho encontrou o lobo mau e disse pra ele: "Nao me coma pq estou muito magra! Estou indo pro casamento da minha filha e volto daqui a 3 dias bem gordinha pq a festa vai durar 2 dias. Caso contrario, voce comera soh osso!"

O lobo ficou feliz da vida e esperou ansiosamente os dias pra devorar a velhinha. Sabendo do acordo entre ela e o lobo, a filha deu uma ideia pra mae: "Entre numa melancia bem grande e va pra casa rolando, ai o lobo nao sabera que é voce!". E foi isso que ela fez.

Quando o lobo encontrou a melancia rolando no caminho, perguntou pra ela se ela por um acaso nao tinha visto uma velha gordinha no caminho. A melancia propos que ele a comesse, mas o lobo recusou, dizendo que nao gostava de agua com açucar! (ppffff!!!). Ai, deu uma bicuda na melancia e a velha chegou em casa rolando (ainda dentro da melancia) e nunca mais ouviram falar do lobo mau. Eu chorei de rir no fim da estoria pq fiquei imaginando a cena, fora as ilustracoes, super bacanas.

A outra estoria falava sobre um gato caolho que todo mundo ria dele pq ele via tudo torto e embaçado. Um dia, procurando um doutor que curava tudo, foi obrigado a usar oculos. E todos os demais gatos ficaram com inveja e passaram a usar oculos daquele dia em diante. A ilustracao dos gatos de oculos é impagavel.

E mais impagavel ainda é a Clementine, uma das gemeas. Diz ela que tem pesadelo varias vezes por semana. Ela é a mais medrosa da casa. Ontem fez um escandalo quando eu nao quis deixar a luz do corredor acesa, alegando que ia ter pesadelos. Chorou, chorou, chorou. A mae tinha chegado do trabalho mais cedo e foi ver o que tinha se passado e por que ela chorava tanto.

"Mae, eu tenho pesadelos!". "Que pesadelos?". "Sonho com os Transformers e com robôs". Eu nao podia rir, no meio dessa conversa. E Mailys, a irma, solta a perola do dia: "Clementine, quando eu tenho pesadelo, eu digo pro meu olho que ele é um controle remoto. E sou eu quem controlo tudo. Abro o olho e desligo o pesadelo. Fecho o olho e mudo de canal!". Fui pro meu quarto e tive um ataque de riso!

Crianças...

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi Lo,só uma criança pra ter uma imaginaçao assim...morri de rir...bj.te amo

Nadja Saori disse...

Aeee !!! Nossa, chega a ser hilário né? Mas adorei a história da velhinha!!! Tipo... wtf? hahahahah !!!! Hilááário!!!
Vc pode por fotos das kids qualquer dia ? Se nào puder, tem problema não... é que eu fico curiosa!!! hehehe
bisous

Jenny disse...

Ahhh histórias infantis são as melhores do mundo. Isso é fato.:)

E crianças....nem sei mais definir..geniais tantas vezes. :)