Au pair en France

Au pair en France

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Pinguim é pouco!

Assim como todo inverno, hoje tem feito muito frio, muito mesmo. Engraçado, mas quando neva sinto menos frio. E por incrivel que pareça, tenho, sim, me acostumado (na marra!!) com esse tempo do cao! E nao tem como se acostumar pq se a gente nao toma coragem de ir na rua, a gente fica dentro de casa passando mais frio ainda. E ao menos na rua a gente anda mais rapido, coloca uma musiquinha do novo cd do Jorge Vercillo no phone (ja piratei pro meu celular!) e vai cantando, sem olhar pro ceu.

Ve velhinhos com casacoes imensos e peludos, daqueles que a Giselle Bunchen é contra. E eu com meu casacao de pena de ganso, comprado na Alemanha num brecho por 4 euros. Ser au pair é isso, comprar tudo na promoçao, aproveitar a solidariedade da irma que doa 3 caixas de roupa (kkk) e nao perder o solde, no caso, aquelas liquidacoes doidas que temos no Brasil, do tipo " Um dia de Gloria!" (que pobreza! kkk). Mas isso nao me entristesse, o objetivo nao é roupa de marca, é ficar quente, mesmo que vc fique com cara de passarinho que nao pode voar, hum, Joao?

Eu fico me perguntando de onde pode vir tanto frio aqui e tanto calor no nosso pais. Eu nao vejo meu pé ha meses, a nao ser na hora do banho. E as maos agora passam o dia dentro da luva. E assim a gente vai levando, orando pro frio passar voando!

E quase todas as minhas amigas brasileiras que estao aqui estao com a mesma sensaçao de frio que eu, claro. Todas incomodadas em se sentir picolés, com exceçao de Nina, que mesmo com esse frio anda elegante, maquiada e com bota style, ao contrario da minha botina da Vale. Quando eu voltar ja posso ir la, alias, pedir um emprego com essa bota. Eles vao achar lindas.. Mas com a crise mundial, eles vao me mandar pra Europa de novo! kkkk!

Falando em amigas, passei o sabado com Laura, minha amiga de Goiania, que cozinha bem como vovo cozinhava. Cheguei la com a sobremesa (uma tabua de frutas secas: damasco, figo e dattes, alem desses docinhos maravilhosos, apesar de bem açucarados). E ela? Pizza feita em casa: a massa e o recheio. Deliciosa... acompanhada de um vinho de Bordeaux, que custou menos de 4 euros. De noite, jantar com Lidia, minha amiga de Varginha, tb au pair, que chegou aqui ha alguns dias.

Bom, antes que eu me esqueça, fico feliz de saber que meu blog ajuda as meninas que virao pra França como au pair. Vou tentar responde-las assim que puder!

Beijo grande e gelado pra todos!

Um comentário:

rinapri disse...

esses dattes sao tipo tâmara? parece... :P
beijo, picolé lôro!