Au pair en France

Au pair en France

domingo, 4 de outubro de 2015

Online, enfim....

Finalmente depois de 6 meses estou me permitindo ligar meu computador empoeirado. Meu objetivo é ressucitar o blog para contar um pouco da minha experiência de mae, no entuito de ajudar au pairs de bebês e, claro, futuras e atuais mamaes. Ha varias coisas que aprendi e acho um desperdicio nao passar a informaçao adiante.

Pois é, Deus sabe mesmo de todas as coisas: pude passar pelo test drive de ser mae quando fui au pair 2 vezes, e depois com meu curso de assistente materno, que também me permitiu cuidar de dois bebês de apenas 2 meses e meio. Alias, fiquei totalmente insegura quando comecei a cuidar do primeiro bebê, a Marcelle, porque nunca tinha cuidado de bebês tao pequenos assim. Ao todo, cuidei de 6 francesinhos: 2 bebês de 2 meses e meio (Marcelle e Valentin), 2 meninos - 4 e 7 anos - (Rémi e Alexis), e 2 meninas de 4 anos (Clémentine e Maëlys).

Como meu curriculum ja estava cheio (kkkk), achei que ja estivesse totalmente expert no assunto quando baby nasceu. O que a gente esquece é que cada bebê é diferente, ou seja, o que eu tinha aprendido às vezes nao me serviu de nada (ou pouco). A gente escuta muito: cuidar de bebê é mole: come, faz cocô e dorme. A-ha, faz me rir. Se fosse tao facil assim..... bebês nao sao robôs, nem bonecos. Precisam e merecem atençao o tempo inteiro. E isso é obvio. Todos nos precisamos disso!

Cuidar da baby é um desafio! Todos os dias aprendemos coisas novas e todos os dias descobrimos que precisamos quebrar certos paradigmas e trabalhar nossa frustraçao. Durante a gravidez, moldamos a criança do jeito que imaginamos e batemos o pé de que a criança VAI ser assim e assado. Mas basta ela nascer e a gente quebra a cara bonito! Nao ha como ser tao conservadora assim porque o que às vezes você acha bacana, a criança nao suporta. Entao somos obrigados a partir pro plano B que..... que nao existe!!! Porque nunca paramos pra imagina-lo! Da pra entender? Por exemplo, durante a gravidez eu dizia: vou amamentar exclusivamente até o sexto mês custe o que custar! Maaaaaaaaaaaaaaaaas..... nao deu!! Ela ficava com fome, me acordava MUITAS vezes porque somente o leite materno ja nao dava! Com 4 meses e 16 dias (como eu me lembro disso!), precisei comecar a dar uma mamadeira por dia, a da noite, pra que ela pudesse ficar mais saciada. Quase tive um troço quando precisei de dar essa mamadeira porque estava CERTA de que ia poder esperar até o 6º mês! Esse tipo de frustraçao é horrivel, mas a gente tem que passar por isso pra perceber que outras coisas acontecerao dessa mesma maneira e que o bebê nao é engessado!

Enfim, vivendo e aprendendo....

Volto aqui ainda essa semana pra contar mais um pouco. Agora preciso ir, meu tempo é contado! :)

Beijao!

4 comentários:

Tom disse...

Poxa, que bom lhe rever, Lorena! Tem muto tempo que não nos visitamos online - desde o Cantinho e o jornalismo.zip.net!

Fiquei surpreso em ver que você trocou as manchetes pelo au pair! Decisão ousada! Mas se lhe faz feliz, f...-se tudo! :D

Grande beijo!

João Bosco Araújo Ribeiro, advogado, pós-graduado em Direito Médico

e-mail: adv.jbar@gmail.com
disse...

Minha querida sobrinha.

No que tange aos filhos, as adaptações são corriqueiras e cotidianas. Assim como a vida, o casamento, a relação com os familiares distantes e/ou próximos. Essa dinâmica que, a princípio nos assusta porém, nos faz invetivos para encarar as adversidades da vida.

Beijotitiojb

Las Brujas disse...

Lo!
É inegável a diferença entre au pair e mãe. Ambas vão sempre visar o bem da criança, mas no final, mamãe é que sabe. Estar na pele dela (a mãe) agora é "o" desafio.
Legal isso se permitir tratar a criança como pessoa única e adaptar as regras ao que a bebê suporta. Sem essa história de "receita de bolo" que deve funcionar em algum lugar do mundo, mas na sua casa, quem manda (e sabe o que funciona) é você.
Adoro mães autênticas. São mais reais.
Sorte, muita saúde e muita paz a todos!
Continuo sua fã!
Beijos!
Tha.

Mariana Fernandes disse...

Oii td bem ?
Adorei acompanhar o blog , estou me preparando para ser au pair esse ano (2016).Estou lendo bastante e li seu blog tbm , desde a sua primeira familia, com 1 criança para a segunda com 3 kka troca da presidencia de Sarkozy a FH as dicas da cidade q vc visitou enfim me ajudou bastante .Continue postando se possivel , mais tbm entendo essa atenção maior para baby q n é facil mais é mt prazeroso né?! fique com Deus bjks