Au pair en France

Au pair en France

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Comer, Rezar e Amar

Acabei de sair do cinema. Me permiti pagar 10€ de entrada, o que é um assalto a mao armada, pra ver o resultado da historia desse livro tao atipico. Julia Roberts pra mim foi a pessoa ideal pra representar Liz. Ela fez 300 milhoes de filmes, mas em cada um deles ela é a personagem daquele filme. Nao consigo associa-la em um outro personagem interpretado, se é que me entendem.

Fui longe naquela historia. Esqueci cliente, telefone, hotel, celular, a doida rotina do cotidiano. Viajei com ela pra Roma, pra India e pra Bali. Lugares maravilhosos e completamente diferentes. Riqueza, pobreza, arquitetura antiquissima, modernidade, natureza. Tudo isso é bem misturado. A coragem de Liz, sobretudo, me surpreendeu.

Ela nao pensou em nada e deixou tudo pra tras: o casamento, os amigos, o conforto, o dinheiro, a vida acomodada. Em troca encontrou alguém que correspondia a ela, conheceu pessoas que acrescentaram alguma historia na sua vida, sentiu prazer em comer (e em viver) e radicalizou.

Esse filme é uma liçao pra muito de nos, apesar da vida espiritual dela nao corresponder a minha. Nao comentarei nada sobre o filme. Deixo a surpresa pro 1o de outubro.

Fui.

ps: deixo com voces uma entrevista com Julia Roberts feita pelo Estadao.

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi Branca!há 3 anos atras,qdo acabei de ler esse maravilhoso livro,eu tinha certeza q ele se transfomaria em um otimo filme.Vou ve-lo,com certeza..bj.Moty

Luci Cintra disse...

Olá Branca...assisti o filme hoje e concordo plenamente com você!!! Maravilhoso...faz a gente repensar na nossa vida, a mudança é essencial sempre!
bjs Lu

shymup disse...

poxa lo, da uma passada no meu blog, ve o que achas e se der addiciona ai. da uma forca ne? bjs mill