Au pair en France

Au pair en France

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Contagem regressiva

Nos ultimos dias tem me faltado forças pra vir atualizar o blog todos os dias, como eu fazia antes. As crianças estao de ferias desde o dia 1 de julho e estou em tempo integral com elas. Ao mesmo tempo, tenho aproveitado para ser mais amiga do que brigar por cada besteira que eles fazem.

Ontem fomos à feira todos juntos e cada um foi pagando um legume e uma fruta. Foi a maior briga e tive que dar a vez para cada um. Como criança tem olho no dedo, Alexis derrubava cada coisa que ele dizia: oooooolha (com o dedo!)! E eu ja nao sabia mais o que fazer. Até que tinha uma cabra em miniatura na barraca que vendia queijo de cabra e ele encostou no bicho e paf! A cabra me cai de cara no chao! Eu ja nao sabia mais onde enfiar a cara. Fiquei com medo dele ter quebrado o chifre do animal e disse: pede desculpas à moça! E ele todo sem graça se desculpou, mas a madame super mal humorada nem sequer olhou pra nossa cara.

Continuando o passeio, eles viram um chiclete enorme, tipo do tamanho de uma bola de tênis. Queriam porque queriam comprar o troço. Vimos o preço e voltamos pra casa pra juntar os centavos que cada um tinha pra ver se o dinheiro dava. Espreme daqui e dali e pronto: conseguimos os exatos 1,80. Voltamos de novo pra feira pra comprar o chiclete.

A pior parte vem agora. Eu abri o pacote, tirei o chiclete gigante e disse: vou dividir por 3 ja que todos contribuiram. Quando peguei a faca pra cortar, vi que o tal do chiclete era uma espécie de ovo de mamute (tinha ate desenhadinho no pacote), que é aquele elefante marrom, sei la como explicar.

O negocio era tao duro que eu estava vendo a hora que ou eu cortava minha palma da mao com a força que fiz, ou a mesa quebrava. Tudo ia quebrar, em resumo, menos o ovo. E os 3 ja estava impacientes procurando todas as ferramentas da cozinha para que eu pudesse finalmente quebrar e repartir entre eles.

Sugeri que colocassemos no microondas para amolecer. Quando o ovo ja estava rodando no microondas eu lembrei que tinha feito a maior besteira e tudo aquilo poderia ser pior pq quando a gente coloca pao de queijo pra esquentar e come mais tarde ele fica mais duro do que a pedra que tinha no caminho do Carlos Drummond de Andrade.

Tirei imediatamente do microondas e fui tentar de novo. Serra daqui, serra de la, ja estava querendo apelar para uma motoserra. E nada... Uns 10 minutos depois, PAF!! Parti o ovo no meio!! E os meninos saltaram e gritaram: aêêêêêê!!! Eu gritei mais ainda pq nao sabia quanto tempo ia perder tentando quebrar aquela merda. Ai o problema ainda nao estava resolvido: eu soh tinha 2 partes e precisava de transformar aquilo em 3 partes IDENTICAS. Peguei um dos lados, 10 min depois consegui cortar no meio. E a outra parte?? Era a maior! Falei pras meninas, vcs vao comer o ovo la fora e eu tento dividir a minha parte com Alexis (eu ja me inclui no jogo pra ter que dividir em 4 partes!!!). E é claro que eu nao ia perder mais 10 minutos tentando dividir o ovo pra nos 2. Falei, toma e some com esse troço!

Sai da mesa rindo sozinha. Tinha migalha da casca do ovo chiclete pra todo lado... ai ai, eu achei que nao tinha mais aventuras nos meus ultimos dias... ledo engano!

4 comentários:

Ricardo Nespoli disse...

Lindo seu texto!!! A Crônica.

Nadja Saori disse...

HAHAHAHAHAH Ameeei... eu conheço esse ovo... no Brasil eu comi um uma vez de gulosa( eu amo chiclete ) mas o treco é tão duro, mas tão duro... que não vale a pena, até que era bem gostoso... mas sério.. quasew quebrei meus dentes !!!!

beijoooos

Anônimo disse...

Oi Minha Branca!!só faltava essa pra finalizar sua estadia aí...imagino a cena...dei gargalhadas...so voce;;;te amo.Moty

Jac disse...

Que engraçado! Mas eu não posso rir pq estou com a boca cheia de anestesias. Dentista, sabe como é...rs
Bom retorno, Lori. Novidade: vou poder passar 10 dias em Paris. A família só vai precisar de mim na segunda quinzena de agosto!!
bjoks