Au pair en France

Au pair en France

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Parenteses do dia

Acabei de ler esse artigo do site Brazil com Z, do qual faço parte na seçao Blogs Amigos e achei bacana compartilhar com vcs, visto que a minha maneira de pensar é muito parecida com a do autor abaixo:

Três meses, três sonhos
Abril 23, 2009

Gabriel Shiguemoto
Tóquio, Japão

Antes de atravessar oceanos para experimentar a vida muitos de nós, expatriados, alimentamos pequenos e grandes desejos, chamados sonhos. Muitas vezes são exatamente esses mesmos devaneios que nos levam à dar a volta do mundo na esperança de realizá-los mesmo que em parte. De minha parte posso dizer que muitas coisas que imaginava só em filmes agora fazem parte da minha rotina, pequenas coisas, mas impensáveis de se alcançar há apenas 2 anos atrás.

Como toda história de imigrantes, meus começo não foi exatamente uma maravilha. Houve muitos problemas, alguns desconfortos e outras coisas ruins que só puderam ser sobrepujadas com certo esforço e, principalmente, com a ajuda de amigos. Porém, nesse ano de 2009 alguns frutos já começaram a amadurecer. Em três meses, três sonhos que tinha se realizaram. Talvez pareça bobagem para quem vê de fora, mas para mim trazem enorme satisfação.

O primeiro foi adquirir um mega PC de última geração. Só quem gosta de tecnologia e sabe o quão difícil (e caro) é botar as mão numa máquina que pode rodar todo e qualquer programa existente hoje no mercado, jogos inclusive. Desejo que vinha alimentando desde meus tempos de garoto, quando lia em revistas ou jornais sobre os lançamentos do mundo da informática e sonhava como seria ter algo assim em casa. Talvez o leitor que não entenda nada de computadores não veja isso como sonho, mas digamos que se eu tivesse comprado um carro, seria um Porsche. Esse assunto necessita um post especial só para ele (já em produção). Isso foi em Janeiro.

Já em fevereiro, recebi a cartinha mais bendita do mundo, anunciando minha aprovação em um dos mais importantes testes de proficiência do idioma japonês, o Noryoku Shiken. Conseguir passar no nível 2, o segundo mais difícil, é uma tremenda conquista e uma grande satisfação pessoal, tendo em conta que foram quase 2 anos estudando praticamente todos os dias para esse exame. Dominar em parte o idioma do país onde se vive facilita e muito o dia-a-dia, evita momentos de constrangimento e ajuda a se conseguir as coisas com maior conforto e eficiência. Indispensável ao meu ver.

O terceiro se concretizou no mês seguinte, março, quando consegui pela primeira vez alugar um apartamento sozinho. Morar sozinho quando se vive somente com seu próprio salário é um enorme privilégio, ainda mais se tratando de Tóquio, a cidade mais cara do mundo. No Brasil sempre imaginei que levaria muitos anos até conseguir ter dinheiro suficiente para morar num apartamento sozinho, com minhas coisas e minhas manias. No Japão isso sempre me pareceu algo quase impossível de se conseguir, um sonho mesmo, mas que agora faz parte do meu dia-a-dia.

Ao passar dos meses posso reparar que outros frutos das sementes que plantei lá atrás, quando cheguei na ilha, estão amadurecendo. Está na hora de plantar novas sementes, o que faço agora com mais confiança já que obtive resultado das minhas primeiras experiências. Prova de que vale a pena sonhar e de que vale a pena correr atrás desse amontoado de pequenos desejos, que juntos formam aquilo que podemos definir como sonho.

E sonhar é viver! Sonhar é preciso.

Continuem sonhando!

4 comentários:

Fabricia disse...

QUE LINDO ESSE TESTEMUNHO DESSE RAPAZ...NEM IMAGINAMOS NA REALIDADE O TRABALHO E AS LUTAS QUE ELE DEVE TER ENFRENTADO PARA CONSEGUIR O QUE CONSEGUIU...SIM ..VALE A PENA SONHAR E BATALHAR @!!!
BEIJOS

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Tharine e estou pensando em ser au pair na França, será que vc poderia me add no msn, ou me mandar um e-mail? Desde já agradeço muito.
tharinekovaleski@hotmail.com

Bisou

Nadja Saori disse...

Gostei bastante do texto... eu sempre entro no site também !!! Quem sabe um dia meu blog nao estará lá heheheh

beijoooos

Ricardo Nespoli Coutinho disse...

Cotinhe sonhando. Acretide vc consegue.