Au pair en France

Au pair en France

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Novidades de ultima hora!

Pois é, o Natal foi bem legal com Laura e Betsabe. Sobrou pra eu cozinhar pq as duas estavam meio sem disposicao. Fiz uma receita da Ana Maria Braga que agrada todo mundo e é ridiculamente facil com vinho, legumes e frango. Nao demoramos a dormir (êê bando de véias...) pq eu tinha trabalhado ate meio dia e Bets tambem. Mas ao menos estavamos juntas.

No dia 25 eu e Bets fomos pra Paris, conforme previsto. Como ja conhecemos praticamente todos os pontos turisticos, fizemos turismo de madames, visitando centros comerciais enormes (olhando com os olhos e lambendo com a testa), kkk! Paris parece ser 2, quando visitamos o mesmo lugar de dia e de noite. As lojas estao lindas, todas iluminadas, em funcao do Natal. E as ruas lotadas de japoneses, chineses e europeus. Tem horas que me pergunto verdadeiramente onde esta a crise...

Encontrei com duas super amigas, Elisangela e Camila, que eu nao a via ha 12 anos. Fui com Eli no Castelo de Versailles, uma obra de arte... tirei milhares de fotos. Depois fomos comer o tradicional crepe frances, mais calorico impossivel!

E ontem, pra fechar com chave de ouro (kkk), peguei a doença do inverno, um virus que nos faz ter diarreia, febre e vomito. Estou acabada... mas espero hoje de noite ja estar melhor.

Bom, segue minha mensagem de Natal e Ano Novo, enviada pela minha amiga Rina:

Paciência - para as dificuldades.
Tolerância - para as diferenças.
Benevolência - para os equívocos.
Misericórdia - para os erros.
Perdão - para as ofensas.
Prudência - para as ilusões.
Equilíbrio - para os desejos.
Sensatez - para as escolhas.
Sensibilidade - para os olhos.
Delicadeza - para as palavras.
Discernimento - para os ouvidos.
Resignação - para a escassez.
Responsabilidade - para a fartura.
Coragem - para as provas.
Fé - para as conquistas.
Amor - para todas as ocasiões.
Deus - para ter VIDA sempre!!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Papai Noel!!


Pois é, eu nao cresço mesmo... como to de folga hoje, passei o dia todo com a Patricia em Thonon-les-Bains, uma cidadezinha proxima de onde moro. Nevou durante o dia inteiro (e neva ainda) e passamos um frio horroroso debaixo de - 1°C.

Bom, ate ai tudo bem. Fomos na praia da cidade (praia no inverno?) e sentimos um frio da cabra (mais do que ja estavamos sentindo), mas brasileiro é chegado numa ideia de girico. Fomos ver as promoçoes de inverno e rodamos varias lojas da cidade.

Na hora de ir pra casa da Patricia, que fica no alto da montanha (e bota alto nisso!) eu quase infartei dentro do carro dela. Nevava tanto que nao viamos nada e o pior foi que eu nunca vi tanta neve em toda a minha vida. A gente olhava pra pista e nao via nada, soh neve. Nada de marcaçao no chao, nada de nada!!! Fui ficando apavorada de ver que o carro deslizava, ou melhor, dançava! E me deu muito medo!

Quase chegando na casa dela, eis que vemos um Papai Noel com crianças na frente de trenos, sendo puxados por cachorros tipo pastor alemao. Estacionamos o carro e fomos correndo em direçao do bom velhinho com maquina fotografica. Como Paty ta aprendendo a falar frances, grito eu:

- Père Noel, Père Noel!! (Papai Noel, Papai Noel!!), est-ce que tu peux faire une photo avec nous?? On est venu du Brésil!!! (Voce pode tirar uma foto com a gente? Viemos do Brasil!!!)

- Ah, bon??, disse ele, apatico.

- Oui, Père Noel! Et c'est la première fois qu'on voit la neige! (sim, e é a primeira vez que vemos neve!)

- Ah, bon??, repete ele, ainda mais apatico e surpreso com nossa rapida visita.

Ai ele pega dentro do saco dele e tira um monte de balas tipicas de Natal. Abraçei ele logo e Paty bateu a foto. Depois foi a vez dela. Terminada a aventura, corremos em direçao ao carro e demos adeus ao bom velhinho. Rimos tanto depois que mal conseguiamos falar! Eu nao lembro da ultima vez que vi um Papai Noel na vida. E via somente na praia, na neve, como nos filmes, é a primeira vez!

Ho, ho, ho!

video

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Pinguim é pouco!

Assim como todo inverno, hoje tem feito muito frio, muito mesmo. Engraçado, mas quando neva sinto menos frio. E por incrivel que pareça, tenho, sim, me acostumado (na marra!!) com esse tempo do cao! E nao tem como se acostumar pq se a gente nao toma coragem de ir na rua, a gente fica dentro de casa passando mais frio ainda. E ao menos na rua a gente anda mais rapido, coloca uma musiquinha do novo cd do Jorge Vercillo no phone (ja piratei pro meu celular!) e vai cantando, sem olhar pro ceu.

Ve velhinhos com casacoes imensos e peludos, daqueles que a Giselle Bunchen é contra. E eu com meu casacao de pena de ganso, comprado na Alemanha num brecho por 4 euros. Ser au pair é isso, comprar tudo na promoçao, aproveitar a solidariedade da irma que doa 3 caixas de roupa (kkk) e nao perder o solde, no caso, aquelas liquidacoes doidas que temos no Brasil, do tipo " Um dia de Gloria!" (que pobreza! kkk). Mas isso nao me entristesse, o objetivo nao é roupa de marca, é ficar quente, mesmo que vc fique com cara de passarinho que nao pode voar, hum, Joao?

Eu fico me perguntando de onde pode vir tanto frio aqui e tanto calor no nosso pais. Eu nao vejo meu pé ha meses, a nao ser na hora do banho. E as maos agora passam o dia dentro da luva. E assim a gente vai levando, orando pro frio passar voando!

E quase todas as minhas amigas brasileiras que estao aqui estao com a mesma sensaçao de frio que eu, claro. Todas incomodadas em se sentir picolés, com exceçao de Nina, que mesmo com esse frio anda elegante, maquiada e com bota style, ao contrario da minha botina da Vale. Quando eu voltar ja posso ir la, alias, pedir um emprego com essa bota. Eles vao achar lindas.. Mas com a crise mundial, eles vao me mandar pra Europa de novo! kkkk!

Falando em amigas, passei o sabado com Laura, minha amiga de Goiania, que cozinha bem como vovo cozinhava. Cheguei la com a sobremesa (uma tabua de frutas secas: damasco, figo e dattes, alem desses docinhos maravilhosos, apesar de bem açucarados). E ela? Pizza feita em casa: a massa e o recheio. Deliciosa... acompanhada de um vinho de Bordeaux, que custou menos de 4 euros. De noite, jantar com Lidia, minha amiga de Varginha, tb au pair, que chegou aqui ha alguns dias.

Bom, antes que eu me esqueça, fico feliz de saber que meu blog ajuda as meninas que virao pra França como au pair. Vou tentar responde-las assim que puder!

Beijo grande e gelado pra todos!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Eu quero um sooooll!!

Vcs podem tratar de dar valor ao sol, porque hoje quando acordei o tempo tava como ontem de noite: neve pra dar e vender! E um frio de lascar, claro!

Fiz um video e uma foto pra que possam passar frio comigo! beijos!















video

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Frio, frio e frio

Depois de uns 4 dias de chuva e muito frio, hoje faz -4°C, mas um sol lindissimo. Quando a gente olha da janela pensa: - Hum, vou pra praia! kkk! Praia de gelo! As estaçoes de ski ja estao a todo vapor e os franceses super contentes com a chegada da neve (isso, contentes!). E eu? Eu nao reclamo pq meu queixo esta tao frio que nao consigo falar. Entao fico quieta, como um pinguim, com as maos parecendo que estao amarradas, touca na cabeça, cachecol para nao dar a impressao de que perdi meu pescoço e botas de ski mega pesadas.

Alias, quinta foi meu primeiro dia de aula. Estudo em outra cidade e estava um pouco triste com a ideia de ter que pegar trem pra ir estudar. Mas mal eu sabia que vou te trem bala pra escola, chique no uRtimo! Pra quem nao sabe, a bota tradicional e o tênis nao impedem que a neve ou a chuva entrem e congelem ainda mais os pés. Por conta disso, fui obrigada a comprar botas de ski. Doida pra estrea-las, fui toda toda pra escola. Da estaçao de trem ate a escola preciso andar de 15 a 20 minutos (quando o invernao chegar vai ser lindo! kkkk). O frio tava lascando. E quando comecei a andar, tive a impressao de carregar em cada pé um grande trator. Elas lembram aquelas botinas da Vale do Rio Doce, mas sao ainda mais brutas. O peso nos pés era tanto que eu nao conseguia andar direito e estava claro para quem me via na rua de que eu nao tinha vindo de terra gelada. As pessoas me olhavam querendo rir e eu tentava andar normal, mas nao conseguia, por mais que me esforçasse. Chegando na escola me senti aliviada e procurei logo uma cadeira pra repousar o trator.

Como esse mundo é pequeno, tinha uma paulista na minha turma! Fiquei feliz porque estou estudando em outra cidade, onde nao conheço nada, nem ninguém. E por falar em brasileiras, ontem passei o dia com a Patricia, de Rondonia, e com a Rosi, de Suzano, ambas au pairs também. Fomos jogar boliche e nao sabiamos quem era a pior. Uma superava o desastre da outra e isso nos consolou! kkk! Foi otimo e pude descansar um pouco. Hoje, segunda-feira, a semana começa... crianças, barulho, diversao!

Boa semana pra todos!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Fotos!

Enfim, passei a manha colocando as fotos no meu album de toda a viagem e, também, de Yvoire (uma cidade proxima de onde moro), Bonneville (agora minha cidade) e Colonia, na Alemanha, a pedido de Adriene!

Espero que se divirtam! Boa semana!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Eu to adorando a ideia de poder postar todos os dias no blog. Tinha dado um tempo pq estava meio sem novidades e porque meus horarios de trabalho eram muito indefinidos.

Hoje faz 1°C e tive que acordar cedo pra fazer feira. Eu sempre gostei muito disso e aqui me pediram pra fazer, se eu quisesse, e eu aceitei de boa. Fui com o carrinho de compras (daqueles bem antigos) rumo ao marché (feira, em francês). E chegando la eu era a mais jovem. A média de idade: 70 anos. Ri demais e comecei a procurar as barraquinhas onde a familia aqui compra. Tipo: Sr. Manoel, Sr. Joaquim, etc. Depois de rodar um bocado, achei! Na lista: frutas, legumes, leite de vaca, iogurte de fazenda e muito queijo! Ouh-la-la...

***

Ontem tirei o fim da tarde pra cortar as unhas dos pés e das maos das crianças. O curioso é que elas nao conhecem tesoura de unha. Soh cortam com cortador e ai morriam de rir a cada vez que eu cortava a unha porque alegavam sentir cosquinha. Foi joia e agora eles nao querem mais saber de cortador. Sobrou pra mim! kkkk!

***

Essa semana escrevi a carta das meninas para o Papai Noel. A carta de cada uma dizia: "Papai Noel, eu gostaria de uma boneca, brinquedos de princesa, jogos, um anel (...). Você é muito lindo em muito gentil porque da presente pra nos. Tchau e um beijo!". O detalhe é que eu nao podia rir enquanto escrevia. E depois de tudo pronto (envelope com desenhos feitos por elas) tive que esconder a cartinha de cada uma delas pro irmao nao confiscar. Eu disse: "Nao conta pra ninguem!". Caso contrario, inocentemente elas falam pro irmao: "Lorena escondeu minha carta debaixo do colchao!". Ai, como diziamos na minha época, melou o pique!

***

Vou tirar foto da panela com e sem a alça para entenderem melhor.... ok?

Beijo e boa semana! Começou a nevar (bem fraquinho) nesse exato momento... Socooooorro!!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Nao queria nao, mas ja tenho micos pra contar! Antes, vou descrever um pouquinho sobre cada criança da nova casa. Mesmo ha pouco tempo aqui, ja conheci bem a personalidade deles. As gêmeas de 5 anos sao super carinhosas e vivem em cima de mim, montadas no meu colo. O menino de 7 anos é bem agitado, mas educado e inteligente.

Mailys é a mais esperta das meninas. Doce, educada, mas adora passar a irma pra tras. A hora em que quer ser a rainha da casa, ganha bem o seu lugar. Ai eu preciso intervir. Quando isso ocorre, rapidinho ela tira a coroa e se coloca no lugar dela.

Clementine é a bobinha dos 3. Os irmaos adoram fazer ela de boba e ela entra no jogo, com cara de choro. Por conta dessa caracteristica é insegura. Tudo o que ela conta pra mim, diz ao fim da frase: "Hhhammm, nao é verdade???", querendo que eu confirme a informaçao. Sexta na volta da escola, por exemplo, ela me disse: "A minha amiga da escola falou que ela é maior do que eu. Hhhammm, isso é verdade???". Morro de ri com essa atitude dela e às vezes sou obrigada a confirmar que sim pra nao ter choro.

Alexis é o furacao da casa. Como todo menino, adora aparecer pra nos pra mostrar que ele é foguete e que pode deixar todo mundo doido. Apesar disso, ele sabe que comigo o negocio é mais embaixo. Falo na palavra castigo e rapidinho ele se acalma. Alias, a televisao é um calmante super eficaz. Basta liga-la e a impressao é que Alexis apertou o botao OFF, de tao calmo. Nesses momentos, pede pra sentar-se no meu colo e fica como um anjo. Meu titio JB diz que criança é linda quando esta dormindo. Mas em frente da TV ela é linda tb, viu, titio?

Os pais sao jovens e rigidos tambem. Nao perdoam as travessuras e colocam autoridade na casa. Isso me da suporte pra ser tambem autoritaria.. alivio total!

Falando em micos... o primeiro aconteceu na quinta-feira. As gemeas saem da escola 11h10 e moramos ha exatos 7 minutos de la. Eu, apavorada com medo de perder a hora, saio de casa 10h30 e chego na escola 10h37. Quando olhei pro relogio e vi a besteira que tinha feito, pensei em voltar pra casa, mas achei melhor ficar por la. Burrice pura. Fazia - 3°C e minhas maos começaram e ficar tao geladas que eu ja nao sentia mais nada. O queixo foi congelando, a boca, tudo. Eu tava igual um pinguim congelado, mal conseguindo ver as horas pra saber quantos minutos faltavam pra elas sairem. Agora eu aprendi a liçao, saio de casa 11h e tudo vai bem. :)

Nao sei se lembram de que no começo era uma luta tirar a alça da panela, ja que aqui elas nao sao grudadas. Fiquei quase 2 meses na outra casa tentando ate conseguir. Aqui nessa casa as alças sao diferentes e eu continuo sem saber como retira-las. Ou seja, dentro da lava louça coloco a panela e a alça, ate o dia em que eles vao me perguntar porque eu nao as desencaixo. Eta tecnologia que me deixa louca...

O meu banheiro tem chuveiro. Eu me recuso a tomar banho dentro da banheira, como eles. Nao consigo ficar em pe segurando a ducha, sem ter uma mao pro shampoo e outra pra esfregar a cabeça. Ai a gente é obrigada a desligar a ducha (que nao é grudada no teto como a nossa) e começa a virar picolé com o frio. Ai vc lava rapidinho pra acabar logo o banho, toma um banho de passarinho, bem mal tomado, e quase leva um escorregao pq a banheira nao é reta. E quando vc pega a toalha, satisfeita por ter terminado o banho, olha pro chao e pensa que esta no piscinao de Ramos, de tanta agua que respingou. Isso da tanto trabalho que a gente sai do banho com frio, cansada e com banho mal tomado. Eh engraçado pra quem lê, mas pra mim isso é um pesadelo!

Bom, eu ja to com os dedos congelados e mal consigo escrever, faz 0°C. Vou aos poucos anotando os micos pra ir contando de pouco a pouco...

beijao e saudades...